Polícia Militar, Penal e Gaeco realizam operação contra organização criminosa em Londrina
01/12/2022 - 15:36

Em esforço conjunto, forças de segurança do Paraná deflagraram, nesta quinta-feira (1), em Londrina, a Operação “Hamurabi” contra uma organização criminosa envolvida com lavagem de dinheiro, tráfico de drogas e “tribunais do crime”. A ação foi realizada pelo BPCHOQUE, 5ºBPM e 18ºBPM da Polícia Militar do Paraná, pela Polícia Penal e pelo  Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), do Ministério Público do Paraná.

Foram expedidos 14 mandados de busca e três mandados de prisão para serem cumpridos em Cornélio Procópio, Londrina, Ibiporã, São José dos Pinhais, Piraquara e Pontal do Paraná.

As apurações culminaram na identificação de lideranças do grupo que, usufruindo de benefício de monitoração eletrônica, permaneceram exercendo o comando de atividades criminosas da facção e o gerenciamento da venda de drogas em diversas regiões do Estado. 

Parte dos investigados também integrava os chamados "tribunais do crime", que apuram, julgam e penalizam integrantes da organização criminosa que tenham descumprido regras.

No curso da Operação, foi flagrada uma reunião do “setor disciplinar” do grupo, na qual seriam definidas as retaliações a crimes ocorridos em outras cidades paranaenses e, além disso, deliberações sobre o uso de imóveis em conjuntos habitacionais populares geridos pela facção, na Região Metropolitana de Curitiba.

Ao todo, seis pessoas foram presas, sendo três por mandados de prisão e três em flagrante. Também foram apreendidos cartões bancários, quatro celulares, duas balanças de precisão, material para embalagem de entorpecentes, 1,850 kg de crack, 197 buchas de cocaína, 181 pedras de crack, R$ 765,10 em espécie e diversas anotações relativas à organização criminosa.