Paraná é contemplado com R$ 12,1 milhões em viaturas, capacetes e acessórios do Ministério da Justiça e Segurança Pública
25/11/2021 - 19:30

Mais de R$ 12 milhões em equipamentos avançados para as polícias estaduais do Paraná foram entregues nesta quinta-feira (25/11) pelo Presidente da República, Jair Bolsonaro, e pelo ministro da Justiça e Segurança Pública, Anderson Torres durante uma solenidade em Brasília (DF). O secretário da Segurança Pública do Paraná, coronel Romulo Marinho Soares, representou o Governador do estado no evento. O Presidente da República esteve no evento acompanhado ainda pelo Ministro da Defesa, general Braga Netto, do Ministro-Chefe do Gabinete de Segurança Institucional, general Augusto Heleno. 

O Ministério da Justiça e Segurança Pública entregou ao Paraná 32 viaturas modelo S10 4x4 (das 230 entregues para o Brasil) com espaço para transporte de presos, 42 binóculos com visão noturna, 42 capacetes balísticos, 99 unidades de placas balísticas nível III tipo Stand Alone, além de um binóculo termal (de um montante de mais de 2 mil itens entregues aos estados). 

Os acessórios, por exemplo, são importantes e proporcionam vantagens operacionais aos policiais em ambientes com baixa luminosidade, floresta densa e em portos clandestinos. Ao todo, os itens valem R$ 12.108.170,00. A entrega foi simbólica e os materiais chegarão ao Paraná nas próximas semanas e, após entrega oficial, serão distribuídos de acordo com as necessidades de cada instituição, na região de fronteira.

O lote de materiais e viaturas foi adquirido por meio do Programa Nacional de Segurança nas Fronteiras e Divisas (V.I.G.I.A.) para incrementar os recursos já disponibilizados às Polícias Militar e Civil que atuam no combate ao crime organizado em pontos sensíveis do estado e necessitam de equipamentos modernos para ter melhores resultados e garantir mais segurança à população. 

“Os índices de crimes tem reduzido no nosso País e isso não é mérito somente do Governo Federal, mas também dos governadores de estado e seus respectivos secretários de Segurança Pública, pelo trabalho que desenvolvem. As secretarias de segurança têm sido conduzidas por pessoas que entendem do assunto e sabem como enfrentar a violência. Vamos continuar trabalhando da melhor maneira possível, priorizando a segurança da nossa população”, disse o presidente.

O ministro Anderson Torres mencionou o desafio do Brasil em proteger e fiscalizar os mais de 16,8 mil quilômetros de fronteira seca com quase todos os países da América do Sul, exceto o Chile. Neste cenário, a estratégia do programa V.I.G.I.A. é fortalecer a integração entre os órgãos de segurança pública das esferas federal, estadual e municipal para fazer o enfrentamento à criminalidade.

“O VIGIA é uma ação estratégica do Ministério da Justiça e Segurança Pública com foco no combate ao crime organizado, na valorização profissional e na integração das forças de segurança. Estamos entregando às forças de segurança estadual e à Polícia Federal mais de 2 mil itens em viaturas modernas, binócolos de visão noturna. O investimento total é de mais de 70 milhões de reais. São equipamentos de ponta que vão contribuir para uma mais eficiente e segura aos nossos profissionais que atuam nas fronteiras e divisas do nosso país”, salientou.

Representando o Governador do Paraná, Carlos Massa Ratinho Junior, o secretário Marinho destacou o comprometimento da gestão paranaense em garantir o melhor para os profissionais de segurança pública fazerem o devido enfrentamento aos crimes que operam nas faixas de fronteira e divisas entre os estados. 

“Temos recebido um aporte do Governo Federal que ajuda muito nossas polícias e nos dá condições de avançar cada vez mais contra o crime organizado. Nosso estado possui características singulares, com relação a fronteira com o Paraguai e a Argentina, que são exploradas por grupos criminosos, mas temos trabalhado forte com planejamento e ações de inteligência para neutralizar os crimes, principalmente o tráfico de drogas, de armas e o contrabando”, disse Marinho.

O secretário pontou também que os recursos chegam ao Paraná em boa hora, no momento em que a sociedade está em fase de transição das medidas restritivas de convívio social para a retomada das atividades coletivas. “Estamos aqui com o ministro Anderson Torres recebendo o material que será muito útil e vem em boa hora e, em nome do nosso governador, quero agradecer ao ministro e ao Presidente da República pela entrega destes equipamentos”, disse.

O apoio do Governo Federal às necessidades do Paraná é um compromisso do Ministério da Justiça e Segurança Pública. Somente nos primeiros nove meses deste ano, foram aplicados R$ 10.331,362,00 em diárias aos policiais que atuaram pela Operação Hórus no estado. No ano passado, para ampliar as comunicações dos profissionais e com as bases operacionais, foram investidos R$ 13 milhões para o sistema de rádio comunicação.

MOBILIZADOS - O Paraná conta com integrantes das forças de segurança paranaenses em Brasília (mobilizados) para auxiliar a Secretaria da Segurança Pública na busca de investimentos em tecnologia e aperfeiçoamento de profissionais. Segundo o coordenador do Arco Sul, composto pelos estados do Paraná, Santa Catarina, Rio Grande do Sul e Tocantins, coronel do Paraná mobilizado em Brasília, Éveron César Puchetti Ferreira, os recursos são essenciais para o avanço operacional. 

“O governo federal, por meio do Ministério da Justiça e Segurança Pública, tem investido pesado com formação de policiais e aquisição de equipamentos para melhorar a qualidade de vida dos policiais e os equipamentos que ele tem para combater os crimes transnacionais”, afirmou.

O coordenador da Coordenação Geral de Fronteiras (CGFRON) da Secretaria de Operações Integradas (SEOPI), tenente-coronel do Paraná, mobilizado em Brasília, Saulo de Tarso Sanson, explica que o programa V.I.G.I.A. tem um planejamento que abarca operações policiais, capacitações e, agora, aquisições, tudo pensado no policial que atua nas regiões de fronteiras e divisas. 

“Estamos fazendo a primeira entrega oficial com mais de 230 viaturas às fronteiras do Brasil e mais de 225 binóculos noturnos, e o Paraná será contemplado com 32 viaturas e mais de 30 binóculos noturnos. Então é algo importante para o programa e estaremos efetivando agora, dando esse apoio, aos nossos operadores das fronteiras”, explicou.

INVESTIMENTO FEDERAL – O Paraná foi um dos 12 estados brasileiros, mais a Polícia Federal, a receberem equipamentos do Ministério da Justiça e Segurança Pública. Ao todo, foram entregues 230 viaturas policiais caracterizadas, além de mais de 2 mil equipamentos táticos de visão noturna, proteção balística e material para atendimento pré-hospitalar aos estados do Acre, Amapá, Amazonas, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Paraná, Rio Grande do Sul, Rondônia, Roraima, Santa Catarina e Tocantins. 

Receberam simbolicamente, alem do coronel Marinho, os equipamentos e veículos o governador do Amazonas, Wilson Lima; o governador de Rondônia, Marcos Rocha; o governador em exercício do Tocantins, Wanderlei Castro; o secretário da Segurança Pública do Mato Grosso do Sul, Antônio Carlos Videira; o secretário adjunto de Segurança Pública do Rio Grande do Sul, Marcelo Gomes Frota; o secretário da Segurança Pública de Roraima, Edison Prola; o Comandante-Geral da PM do Amapá, coronel José Paulo Matias; o delegado-geral da Polícia Civil do Acre, Josemar Moreira Portes; o coronel do Corpo de Bombeiros de Santa Catarina, Charles Alexandre Vieira e o Diretor-Geral substituto da Polícia Federal, Cairo Costa Duarte.

GALERIA DE IMAGENS

Últimas Notícias