Governador autoriza promoções e progressões a mais de 9,8 mil profissionais da Segurança Pública
17/08/2021 - 15:46

O governador Carlos Massa Ratinho Junior autorizou nesta terça-feira (17) o pagamento de promoções e progressões a 9.860 profissionais da Secretaria de Estado da Segurança Pública. O avanço na carreira, com a destinação de R$ 19,2 milhões até o final do ano, faz parte de uma série de melhorias implantadas pelo Governo do Estado na área, que inclui também a modernização da frota, armamentos e equipamentos e outras medidas de valorização das forças de segurança.

 

Serão beneficiados 6.882 policiais e bombeiros militares (oficiais e praças), 1.546 profissionais da Polícia Civil, 181 da Polícia Científica e 1.251 agentes penitenciários. Em maio, o governador já tinha autorizado a promoção de 115 oficiais e de 554 praças, ao custo de R$ 6,5 milhões, além da recente regulamentação da diária extrajornada para as Polícias Civil, Militar e Científica.

 

Além disso, na semana passada foram entregues 160 novos veículos para as Polícias Civil e Militar, um investimento de R$ 28,6 milhões. “Entre os desafios que tínhamos para a área da segurança estava a modernização dos equipamentos e da frota e a valorização desses profissionais que são essenciais para o Paraná”, disse o governador. “Em termos de preparo, nossas forças de segurança não perdem para nenhuma outra do mundo, por isso merece a valorização e os equipamentos mais modernos que existem”.

 

O planejamento na Secretaria estadual da Segurança Pública traz reflexos positivos no dia a dia, destacou Ratinho Junior. “Os índices de criminalidade estão caindo, a Polícia Civil tem melhorado a qualidade e o patamar de trabalho e a Polícia Militar está presente em todos os municípios paranaenses, graças à regulamentação da diária extrajornada, protegendo as nossas cidades”, afirmou.

 

O secretário estadual da Segurança Pública, Romulo Marinho Soares, explicou que junto à valorização profissional, o Governo do Estado também prevê a contratação de novos agentes com a realização dos concursos públicos, que foram adiados por causa da pandemia. O da PM foi realizado em junho e o da Polícia Civil está previsto para acontecer em outubro.

 

“A possibilidade de promoção e progressão de quase 10 mil integrantes da Segurança Pública representa a valorização do nosso pessoal. Isso nos obriga a trabalhar ainda mais, os policiais se sentem motivados a fazer um excelente trabalho em prol da população paranaense”, disse Marinho. “Junto a isso, fizemos há dois meses o concurso para a contratação de 2,4 mil policiais militares e está previsto para outubro o concurso para delegados, investigadores e papiloscopistas para a Polícia Civil”.

O QUE SÃO – A progressão na carreira é a mudança de referência para outra imediatamente superior, dentro da mesma classe. Ela pode ocorrer por antiguidade, a cada cinco anos de efetivo exercício no cargo, sendo equivalente a uma referência salarial; ou por merecimento, após o cumprimento do estágio probatório, mediante a apresentação de cursos e respeitando o intervalo de quatro anos entre as concessões.

 

A promoção é a mudança de classe para outra imediatamente superior. Ela ocorre, alternadamente, pelos critérios de antiguidade e merecimento, sendo que na primeira promoção o servidor deverá optar pelo critério que entender mais conveniente.

 

“Elas representam a ascensão profissional na carreira. É isso que o policial espera, uma contrapartida pela dedicação, o trabalho e empenho. É a forma que temos para premiar os profissionais civis e reconhecer o trabalho que eles prestam”, afirmou o delegado-geral da Polícia Civil, Sílvio Rockembach.

 

“O Governo do Estado sinalizou pelo pagamento das promoções e progressões, que viabilizam o crescimento do policial na carreira. Esse reconhecimento é muito importante e motiva a nossa tropa”, disse o comandante-geral da Polícia Militar, coronel Hudson Leôncio Teixeira.

 

“Nós temos uma pauta contínua com o governo do Estado para tratar sobre a valorização dos bombeiros militares. E o anúncio de hoje demonstra a boa vontade do governo em investir na segurança, pois vai atingir todas as áreas de segurança pública, em especial o Corpo de Bombeiros”, destacou o comandante do Corpo de Bombeiros do Paraná, coronel Gerson Gross.

 

“Esta autorização é uma forma de reconhecimento do governo e vem para estimular e motivar os servidores, que estão cobrando essa progressão há muito, a se comprometerem cada vez mais com o bom trabalho que está sendo feito; Nós não conseguimos fazer uma boa gestão se não tivermos profissionais motivados”, afirmou o diretor do Departamento Penitenciário do Estado (Depen), Francisco Caricati.

 

“A valorização é uma das pedras fundamentais de qualquer instituição, pois é voltada ao servidor público. A progressão e a promoção dos servidores é um percurso que o servidor faz durante anos de dedicação ao serviço público. Cada degrau que ele conquista dentro da sua carreira é mais uma valorização e um reconhecimento pelos serviços prestados”, disse o diretor-geral da Polícia Científica do Paraná, Luiz Rodrigo Grochocki.

 

PRESENÇAS – Participaram também da solenidade o vice-governador Darci Piana; o chefe da Casa Civil, Guto Silva; o chefe de Gabinete da Governadoria, Daniel Vilas Boas; os secretários estaduais da Administração e Previdência, Marcel Micheletto; do Planejamento e Projetos Estruturantes, Valdemar Bernardo Jorge; os diretores-gerais do Depen, Francisco Caricati; da Polícia Científica, Luiz Rodrigo Grochocki; e da Secretaria de Segurança Pública, João Alfredo Zampieri; o comandante-geral do Corpo de Bombeiros, coronel Gerson Gross; o coordenador estadual da Defesa Civil, coronel Fernando Schunig; a deputada federal Christiane Yared; e os deputados estaduais Hussein Bakri, Gugu Bueno, Soldado Adriano José, Do Carmo, Tiago Amaral, Artagão Junior, Luiz Fernando Guerra, Nelson Luersen, Ademir Bier e Márcio Pacheco.

GALERIA DE IMAGENS