Casa de Custódia de Curitiba lança série de projetos educacionais para presos
02/10/2021 - 17:50

A Casa de Custódia de Curitiba lançou neste sábado (2), uma série de projetos na área educacional. São iniciativas voltadas à qualificação profissional do preso e o incentivo à leitura no cárcere. Nesta data, também foi inaugurado um espaço para o atendimento de saúde dos servidores. As ações resultam de uma parceria entre a Secretaria da Segurança Pública, o Departamento Penitenciário do Paraná e a Universal nos Presídios (UNP). 

Houve ainda uma cerimônia de formatura para a entrega do certificado de conclusão de curso profissionalizante realizado pela plataforma de ensino a distância FANDUCA, da Faculdade FAN. Na ocasião, 11 presos receberam o certificado de forma simbólica, de um total de 82 alunos participantes. 

“Nosso objetivo é humanizar o ambiente do sistema prisional e abrir uma nova porta, dar oportunidade a essas pessoas por meio do ensino e do trabalho. E, para isso, temos contado com a ajuda de parceiros como a Universal nos Presídios, que tem atuado firmemente em penitenciárias de todo o Estado”, afirmou o secretário da segurança pública, Romulo Marinho Soares. 

O secretário lembrou também as demais formaturas realizadas pelo Estado. “Este ano já entregamos certificados para mais de mil presos em todas as regiões do Paraná. Essa é uma oportunidade para que essas pessoas possam aprender com seus erros e retornar a sociedade completamente recuperadas”, disse. 

“Quero parabenizar os alunos pela formatura e dedicação nos estudos e também agradecer aos servidores da unidade e a equipe de segurança. Sem o empenho e dedicação de todos, esse resultado não seria possível”, enfatizou a diretora da CCC, Ananda Chalegre. 

EDUCAÇÃO NAS CELAS – Uma das iniciativas lançadas foi o projeto-piloto que levará educação direto às celas, com transmissão em tempo real das aulas, por videoconferência, que serão exibidas nas televisões. Para isso, foi instalada rede lógica até o interior das celas e equipamentos próprios para a interação entre professor e aluno. Nesse momento, o projeto é destinado apenas para cursos profissionalizantes. 

“Com a iniciativa, é possível ofertar mais vagas e qualificar mais pessoas, sem que haja a necessidade da retirada e movimentação do preso até a sala de aula. É uma oportunidade de ampliar o acesso à qualificação profissional e também diminuir os riscos de segurança, já que não há necessidade de contato com os agentes penitenciários”, explicou a diretora. 

LEITURA - Foi lançado ainda, a inclusão da Bíblia como um dos livros participantes da remição da pena pela leitura. Assim como nos demais livros selecionados, agora os presos poderão diminuir sua pena após a leitura da Bíblia e a realização de uma resenha, que passará por avaliação. O Paraná foi o primeiro estado do país a regulamentar a remição pela leitura no âmbito dos estabelecimentos prisionais, instituído pela Lei Estadual n.º 17.329/12, como meio de viabilizar a remição da pena por estudo, prevista na Lei Federal n.º 12.433/11. 

SAÚDE DO SERVIDOR – Na oportunidade, também foi inaugurado um ambulatório destinado ao atendimento de saúde dos servidores que atuam na unidade penal. No espaço, os servidores serão atendidos por médicos voluntários ligadosàa Universal nos Presídios, que se revezarão no atendimento primário de saúde. 

O local foi equipado com maca e instrumentos próprios para o atendimento clínico. Os médicos devem atuar, principalmente, na promoção da saúde, realizando orientações, avaliações e exames básicos. O secretário da segurança fez a entrega de um certificado de agradecimento aos voluntários do projeto. 

 

“Temos buscado atuar em diversas frentes dentro do sistema prisional. Nosso objetivo é levar a palavra de Deus para todos e, também, oferecer projetos e ações que possam melhorar o cotidiano de presos e servidores”, explicou o coordenador da Universal nos Presídios no Paraná, bispo José Manoel Gonzalez. 

 

Estiveram presentes no evento o vice-diretor da CCC, Tayrone da Silva, o chefe de segurança da CCC, Adilson Leoni, os servidores da Assessoria de Planejamento do Depen, Celso Augusto Borges Gonçalves e Wlademir Alves da Veiga, o assessor penitenciário da Sesp, Diego Pietrowoski Machado, e voluntários da Universal nos Presídios.

GALERIA DE IMAGENS

Últimas Notícias