Depen capacita agentes penitenciários com curso de tecnologias não letais
23/08/2021 - 18:02

Agentes penitenciários de todo o Estado participaram de um curso de Tecnologias Não Letais (TNL) ofertado pela Condor, empresa privada especializada em segurança, em parceria com a Escola de Formação e Aperfeiçoamento Penitenciário (Espen).

Ao todo, 32 profissionais tiveram aulas teóricas e práticas que aconteceram no Complexo Penitenciário de Piraquara, na Região Metropolitana de Curitiba.

Durante três dias, agentes lotados no Serviço de Operações Especiais (SOE), unidades prisionais e em setores estratégicos do departamento, participaram da formação que tinha como objetivo habilitar novos instrutores para o sistema prisional.

“Buscamos incansavelmente a profissionalização do servidor e tudo aquilo que possa contribuir em nossa atuação diária, utilizando-se das novas tecnologias como uma aliada na execução penal”, afirmou o diretor do Depen, Francisco Caricati, que participou da aula inaugural do curso.

“O uso dessas tecnologias é uma ferramenta do Depen para garantir a segurança de presos e servidores em casos que se faz necessário o uso da força, como em um momento de crise. O emprego dessas tecnologias, nessas situações, faz com que possamos atuar na diminuição de mortes ou lesões”, explicou o chefe da Divisão de Operações de Segurança do Depen, Thiago Pardinho.

Segundo a diretora da Espen, Marilza Hack, os profissionais habilitados, de diferentes regiões do Paraná, devem replicar esse conhecimento em suas cidades de atuação, como instrutores da escola, de maneira mais rápida e efetiva, sem a necessidade de deslocamento do efetivo até a sede, em Curitiba.

GALERIA DE IMAGENS

Últimas Notícias