Após 1º ano, 120 cadetes do curso de oficiais da PMPR recebem Espadim Tiradentes
02/12/2022 - 14:39

Nesta sexta-feira (02), 120 cadetes do Curso de Formação de Oficiais da Academia Policial Militar do Guatupê, em São José dos Pinhais, receberam o Espadim Tiradentes, arma de representação que simboliza o ideal de liberdade do Alferes Joaquim José da Silva Xavier, mártir da Independência e patrono das polícias no Brasil. 

A entrega, que acontece na conclusão do primeiro ano do curso, é um marco na trajetória deles e serve como a apresentação à Polícia Militar e à sociedade paranaense. Ao todo, receberam o Espadim Tiradentes 100 cadetes do curso policial-militar e 20 cadetes do curso bombeiro-militar.

A cerimônia começou com a apresentação da turma Coronel PM Carlos Octávio Valente Aymoré pelo comandante da Escola de Formação de Oficiais, major Ricardo Caron, ao comandante-geral da PMPR, coronel Hudson Leôncio Teixeira.

O comandante-geral lembrou da importância da formação, do comprometimento com a Corporação e com a sociedade. “É um momento de reconhecimento e também de muita responsabilidade. São cadetes em formação que já devem mostrar seu comprometimento com todo o Paraná. Serão mais dois anos de formação e logo esses policiais estarão nas ruas e nas unidades cumprindo seu juramento”, frisou.

“Essa formatura no primeiro ano representa uma apresentação para todos nós e o reconhecimento como cadetes da PMPR. Eles receberam e continuarão recebendo todos os ensinamentos da Polícia Militar, além das aulas com diversos temas, como Direitos Humanos, para que, logo após esse processo, estejam aptos a representar a Corporação e defender a população paranaense”, destacou Caron.

Após a entrega do Espadim Tiradentes pelas madrinhas e padrinhos, acontece o juramento dos cadetes, a continência à Bandeira Nacional e, como ato final, o tradicional fora de forma, consagrando oficialmente esses militares como cadetes da Polícia Militar do Paraná.

A cadete Elaisa Cecília Alves entrou em 2012 para a Polícia Militar do Paraná, como praça. Agora, realiza o sonho de passar pelo Curso de Formação de Oficiais. “É uma sensação indescritível, pois, tento o CFO desde que terminei o Ensino Médio. Agora, quero seguir a formação e contribuir com a Corporação e com toda a população da melhor forma possível”, contou.

GALERIA DE IMAGENS