Helicóptero da PM do Paraná localiza plantação que renderia três toneladas de maconha no sertão nordestino
14/02/2020 - 17:58

O Batalhão de Polícia Militar de Operações Aéreas (BPMOA) está com um helicóptero e uma tripulação estão destacados para atuar em apoio às forças federais e estaduais no sertão nordestino no combate ao cultivo de maconha. O trabalho já dura quase uma semana e, nesta quinta-feira (13/02), houve a apreensão de uma plantação de maconha no Polígono da Maconha, no sertão nordestino, a qual seria suficiente para produzir três toneladas da droga. As ações fazem parte de um esforço de algumas instituições de segurança pública para combater o tráfico nacional e internacional de drogas.

De acordo com o Comandante do BPMOA, tenente-coronel Julio Cesar Pucci, a área de fiscalização fica situada entre Bahia e Pernambuco, mas proximidades do Rio São Francisco. "Por se tratar de ilhas no meio do rio, os locais são de difícil acesso e somente com aeronave que é possível fazer uma aproximação", disse.

Segundo o tenente-coronel Pucci, os policiais fazem patrulhamento aéreo pelas áreas do sertão, e quando é descoberta uma plantação de maconha, policiais são levados de helicóptero para fazer a destruição das plantas, já que a grande quantidade impede que sejam levadas para outro local.

"É um trabalho árduo, realmente se não houvesse o apoio de aeronave a fiscalização seria mais penosa para os profissionais de segurança pública. A missão é de suma importância para o País, pois além de reprimir o crime nos lugares mais difíceis de serem combatidos, pela grande extensão territorial, permite a aproximação das forças estadual e federal, estimulando a troca de experiências, informações e padrões de operação", destacou o tenente-coronel.

GALERIA DE IMAGENS