Polícia Militar

08/11/2018

PM do Paraná abre em Foz do Iguaçu Encontro Internacional que discute ensino e formação policial

Com objetivo de promover troca de experiências, aprimorar e internacionalizar a educação policial foi aberto na noite desta quarta-feira (07/11) o IV Encontro Internacional de Diretores de Educação Policial em Foz do Iguaçu. Representantes de 13 países membros e mais dois, que pretendem aderir à Rede, participam do evento que segue até a sexta-feira (09/11). Pelo governo do estado do Paraná, estiveram presentes o Diretor-Geral da Secretaria de Segurança Pública, coronel Orlando Arthur da Costa e a Comandante-Geral da Polícia Militar, Coronel Audilene Rosa de Paula dias Rocha.

Organizado pelo Diretor Executivo da Rinep, o Comandante da Academia Policial Militar do Guatupê (APMG) da PM do Paraná, coronel Mauro Celso Monteiro, o evento é realizado pela primeira vez no Paraná, que foi escolhido por ser referência na formação policial na América Latina. Do Brasil, participam do encontro seis estados (Bahia, Ceará, São Paulo, Santa Catarina, Rio Grande do Sul e Brasília).

"O que temos buscado nos outros países é entender como é a educação e o que eles priorizam nesta área, assim o que consideramos importante trazemos e adaptamos para nossa realidade. Queremos saber quais são as vigas mestras, os princípios basilares, as matérias principais e o que os norteiam e, assim, tentar aperfeiçoar ainda mais o nosso ensino policial", explicou a coronel Audilene.

A Representante do México, país onde a Rinep foi criada, Comissária Chefa Laura Carrera Lugo, que também foi a primeira diretora da Rede, há três anos, disse que o encontro busca o intercâmbio e o aperfeiçoamento do ensino policial. "Trata-se de um esforço dos diretores de todas as áreas da educação policial para que juntos possamos abordar vários temas para entendermos como está funcionando a educação daquele estado ou país e de que forma podemos aprimorar este ensino."

Para o Diretor-Geral da Sesp, tenente-coronel Arthur, este encontro é muito importante porque trata da segunda pública em âmbito mundial. "Podemos entender as tendências e as estudar novas possibilidades de aplicação aqui no estado, principalmente no que se refere à educação policial", destaca. "É um momento de troca de experiências que, certamente, vai enriquecer nossa formação policial militar e trazer muitos benefícios para a comunidade", acrescentou o Comandante do Corpo de Bombeiros do Paraná, coronel Edmilson de Barros.

Para o Comandante da APMG é muito importante para o Paraná sediar um evento como este. “Ao longo do encontro serão discutidos temas para que se fortaleça o trabalho de polícia em todo o mundo, mas principalmente nas Américas e na Europa. Ter um policial desenvolvido, qualificado, significa que a sociedade também é desenvolvida e faz parte do primeiro mundo”, ressaltou.

Participaram ainda do evento, oficiais do Policia Militar do Paraná ligados à educação, além de comandantes de unidades de área. Autoridades civis e militares da Senasp e do Exército Brasileiro também estiveram na abertura do encontro.
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.