Polícia Civil

09/02/2018

Polícia Civil deflagra operação para reprimir o tráfico de drogas em Matelândia

Dez pessoas, com idades entre 20 e 44 anos, foram presas durante uma operação deflagrada pela equipe policial da Delegacia de Matelândia, com o objetivo de reprimir o tráfico de drogas e crimes de roubos na cidade e região. Dois adolescentes, de 17 anos, também foram apreendidos na ação. O trabalho foi realizado na madrugada de terça-feira (06/10).

Durante a ação foram cumpridos 25 mandados judiciais, entre mandados de prisão, busca e apreensão de adolescentes e busca e apreensão domiciliar, em Matelândia, Agro Cafeeira, Ramilândia, Toledo e Foz do Iguaçu. Nove veículos, três armas de fogo, diversos celulares e porções de drogas foram apreendidos no decorrer da operação.

Das dez pessoas presas, cinco delas já encontravam-se detidas por crimes de roubo, tráfico de drogas e corrupção de menores. Entre a demais, duas delas utilizavam tornozeleira eletrônica, respondendo por crimes de roubo e tráfico de drogas.

O delegado responsável pela ação, Edgar Dias Santana, informa que a quadrilha já estava sendo investigada há aproximadamente quatro meses. “Durante investigações para apurar ocorrências de tráfico de drogas e roubos, especialmente de caminhonetes, chegamos até esse grupo criminoso – especializado nesses delitos”, conta.

Santana ressalta ainda que a Polícia Civil contou com o importante apoio do Ministério Público e Poder Judiciário de Matelândia que deferiram e expediram os mandados judiciais para que a equipe pudesse tirar de circulação a maioria dos alvos dessa quadrilha. “As investigações ainda estão em andamento com o intuito de localizar e prender dois homens envolvidos com os crimes”, afirma.

O delegado também enalteceu o trabalho das equipes policiais envolvidas com a operação. Foram mais de 60 policiais civis na rua com objetivo de combater o tráfico de drogas na região. “Contamos com o apoio do Grupamento de Operações Aéreas (GOA) da Polícia Civil, da 15ª Subdivisão Policial (SDP) de Cascavel, da Divisão Estadual de Narcóticos (Denarc), da Delegacia de Capitão Leônidas Marques e Delegacia de Medianeira”, finaliza Santana.
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.