Polícia Civil

07/12/2017

Polícia prende suspeito de utilizar carro roubado para trabalhar com transporte privado

Um homem, de 45 anos, que utilizava um Fiesta branco roubado e com placas clonadas para trabalhar como motorista de transporte privado de um aplicativo de celular, foi preso em flagrante na manhã desta quinta-feira (7/12), no bairro Tarumã. Com o homem, os policiais apreenderam um ainda uma pistola de calibre 380. A ação foi realizada pela equipe de investigação da Delegacia de Furtos e Roubos de Veículos (DFRV).

A equipe realizava diligências para apurar crimes na região, quando avistaram o veículo e o abordaram ao perceber que alguns sinais identificadores estavam adulterados. Em consulta no sistema, os policiais constataram que tratava-se de um carro roubado no mês de agosto de 2016, no bairro Guabirotuba.

Ao ser questionado pela equipe, o homem alegou que comprou o carro há pouco tempo em um feirão de vendas e informou que usava o veículo para trabalhar como motorista de transporte privado de um aplicativo de celular.

“No decorrer das diligências, os policiais descobriram que o homem havia sido banido da prestadora de serviço de transporte privado e estaria utilizando um cadastro com a identificação de seu irmão, burlando a empresa”, informou o delegado-adjunto da DFRV, Eric Tutia Guedes.

O homem já possui uma extensa ficha criminal, inclusive por crimes de ameaça e violência doméstica, e foi autuado em flagrante por receptação e porte ilegal de arma de fogo. O suspeito está preso no Setor de Carceragem Temporária (Secat) da especializada, onde aguarda à disposição da Justiça.

O veículo foi apreendido e após perícia, e demais trâmites legais, será restituído para o verdadeiro proprietário.
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.