Polícia Militar

10/10/2017

Ala de pediatria do Hospital Evangélico recebe visita dos bombeiros e cães do GOST na Capital

A rotina do Hospital Evangélico mudou durante a manhã desta terça-feira (10/10) por conta da visita dos integrantes do Canil do Grupo de Operações de Socorro Tático (GOST) do Corpo de Bombeiros. Funcionários, equipe médica e as crianças receberam o carinho dos bombeiros e dos cães de busca e salvamento (Thor, Jane e Suzi) e guardaram de recordação um cachorro de pelúcia para marcar a data.

O GOST faz visitas periodicamente na ala de pediatria e também no setor de queimados, levando um pouco de alegria e esperança durante o período de estadia no hospital. “É um momento que a gente tem para colocar os nossos cães e aproximar o bombeiro do hospital e das crianças e trazer um momento de felicidade e ajudar no processo de melhora dessas crianças”, disse o Comandante do grupo, capitão Daniel Lorenzetto.

A labradora Suzi, que ainda está em fase de treinamento, pulou e entreteve a criançada com seu jeito meigo e brincalhão. Já o Golden Retiver Thor fez um show à parte durante as visitas aos quartos dos pequenos pacientes, alvo de muitas fotos com as enfermeiras, médicos e acadêmicos de Medicina. Já a veterana Jane, primeiro canino da unidade, desfilou majestosamente pelos corredores das alas de pediatria, ornamentada com fitas cor de rosa e lantejoulas nas volumosas orelhas. Já aposentada, ela atuou em centenas de ocorrências durante nove anos e salvou muitas vidas.

O capitão Daniel salientou que todos os cães do GOST (são 8 à disposição para atuar em todo o estado) são treinados desde pequenos para auxiliar em ocorrências de busca por pessoas em diferentes tipos de ambiente, são muito sociáveis e com extrema facilidade de interação. “Para trabalhar em ocorrências, os cães passam por uma fase de preparação de aproximadamente 2 anos. Depois de vários treinamentos e várias fases, e mesmo como filhotes, podem atuar na cinoterapia, que é essa atividade de visita aos hospitalizados”, explicou.

A cada quarto em que os bombeiros entravam, percebia-se no o brilho olhar dos pais e das crianças ao verem os cães, expressando surpresa e alegria ao fazerem carinhos e tirarem fotos com os animais. Além de conversarem com os profissionais, os pequenos foram presenteadas com uma “Jane” de pelúcia com o brasão do GOST. Também foram distribuídas rosas para todas as mulheres como símbolo de luta pela conscientização da prevenção ao câncer de mama.

“Minha afilhada está internada e a gente estava mesmo esperando a visita dos cachorros, falei para ela que seria bem legal. Como profissional eu adoro essa iniciativa, as crianças e até os adultos ficam bem felizes, saindo aquele clima pesado e triste”, disse Milena Alves Otto.

Para o doutor José Luiz Takaki a iniciativa do Corpo de Bombeiro colabora com a recuperação dos pequenos. “Trazer os cães para o hospital contribui muito com a melhora do psiquismo do paciente, você nota que a cura é mais rápida, fica muito mais cooperativa, além do ambiente mais alegre”, ressaltou.
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.