Polícia Militar

26/07/2017

Policial militar faz atendimento por telefone e salva a vida de bebê que havia se engasgado no Sudoeste do estado

A soldado Sandra Schons, integrante do 21º Batalhão de Polícia Militar (21º BPM), pertencente ao 5º Comando Regional da PM (5º CRPM), visitou nesta terça-feira (25/07) uma bebê de cinco meses que havia se engasgado com leite e foi salva graças ao atendimento da policial militar por telefone. A situação aconteceu na noite anterior em Francisco Beltrão, Sudoeste do estado. A criança foi encaminhada ao hospital e passa bem.

Na noite de segunda-feira (24/07), o Centro de Operações Policiais Militares (COPOM) recebeu a ligação de uma mulher, a qual informou que sua sobrinha, de apenas cinco meses, havia se engasgado com leite. A soldado Sandra Schons, que atendeu o telefone, repassou noções de primeiros socorros.

“Orientei que a bebê fosse colocada de bruços sobre um dos braços, com a cabeça um pouco mais baixa, e a segurasse com uma das mãos dando leves palmadinhas nas costas da criança com a outra mão, sem usar muita força”, explica a soldado Schons que nesta data foi até a residência da família da criança, localizada no bairro Novo Mundo, e conheceu a menina e sua mãe.

De acordo com a mãe da criança, Ana Paula Lemos, quando a menina se engasgou foi feita a tentativa para que ela voltasse a respirar, mas como a bebê já estava ficando roxa entraram no carro e foram em direção ao hospital. O Samu foi acionado, mas como a ligação não deu certo a família entrou em contato com a PM, via 190, para pedir ajuda.

Segundo informações do setor de Relações Públicas da unidade, no trajeto ao hospital foram feitos os procedimentos de primeiros socorros repassados pela policial militar e a menina regurgitou o leite e começou a chorar. Ao dar entrada no pronto atendimento a equipe de enfermagem efetuou as medidas necessárias. A criança, com nome de Laíza, foi liberada em seguida e passa bem.

Em conversa com a família a soldado Schons teria contado que há cerca de um mês revisou os procedimentos de primeiros socorros, porque tinha medo de não saber ajudar da forma correta caso alguém ligasse pedindo socorro, pois este tipo de atendimento normalmente é prestado pelo Samu ou Corpo de Bombeiros, mas muitas pessoas lembram primeiro do número 190.
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.